Peso Taxável: como se calcula consoante o tipo de transporte

Peso Taxável: como calcular consoante o tipo de transporte 01

No transporte de mercadorias, os dois principais fatores que afetam o custo final do serviço são o peso e o volume da carga, através dos quais se calcula o peso taxável, ou seja o peso pagável. Este peso é o maior dos valores encontrado entre o peso volumétrico e o peso real de uma carga e serve de base ao cálculo do valor a pagar pelo transporte da remessa ou envio. 

O facto do custo final do frete ser calculado com base no peso taxável, prende-se com a necessidade de uniformizar o valor a pagar pelo serviço de transporte. Desta forma, estabeleceu-se internacionalmente que o parâmetro utilizado para calcular o custo do transporte é a relação entre o peso e o volume, prevalecendo sempre o maior destes dois valores para calcular o preço final do serviço. A fórmula de cálculo varia de acordo com o tipo de transporte, devido à alteração da proporção volume (m³) / peso (kgs). 

Como referido anteriormente, o peso pagável é utilizado pelas empresas de transporte e frete para calcular o valor do serviço, no entanto, deve-se ter em conta que nem sempre é este o critério. Dependendo da empresa de transporte, do acordo comercial entre transportador e cliente, e também do tipo de mercadoria a transportar, o peso taxável pode não ser relevante para calcular o custo do transporte. Em caso de dúvida, é sempre aconselhável consultar as condições do serviço junto do seu transportador.

Peso taxável (ou peso pagável): é o peso proporcional ao espaço (volume) que a mercadoria ocupa no meio de transporte, ou seja é o peso que o cliente efetivamente paga pelo transporte da remessa ou envio.

Peso volumétrico: trata-se do equivalente, em quilogramas, do espaço (volume) ocupado pela mercadoria no meio de transporte. Cada tipo de transporte tem o seu próprio fator de cubagem.

Peso bruto: unidade de medida utilizada quando o peso total da carga é superior ao peso taxável.

Peso cubado, cubagem ou cubicagem: é a relação entre o peso da carga e o espaço que ele ocupa dentro do meio de transporte. Esse valor é obtido através de um cálculo matemático que multiplica o fator de cubagem para cada tipo de transporte pelo comprimento, largura, e altura da embalagem.

Metros de estrado (LDM): unidade de medida utilizada no transporte terrestre rodoviário (camião) para calcular o espaço (volume) que a carga ocupa no veículo. Normalmente é utilizada no cálculo de do volume de cargas paletizadas, sensíveis ou que não permitem sobreposição.

Cálculo do peso taxável no transporte aéreo

No transporte aéreo, 1m³ equivale a 167 kgs.
Assim, o peso taxável de uma remessa aérea calcula-se da seguinte forma:

EXEMPLO:
Remessa: 8 embalagens, com um peso real de 450 kgs. Dimensões de cada embalagem: 75 x 65 x 80 cms

O volume da remessa é: 8 x 0,75 x 0,65 x 0,80 = 3,12 m³

O peso taxável é: 3,12 m³ x 167 = 521 kgs > 450 kgs

O custo do transporte da remessa será calculado com o peso taxável de 521 kgs.

Cálculo do peso taxável no transporte marítimo 

No transporte marítimo, 1m³ equivale a 1.000 kgs.
Assim, o peso taxável de uma remessa marítima calcula-se da seguinte forma:

EXEMPLO:
Remessa: 10 embalagens, com um peso real de 3.500 kgs. Dimensões de cada embalagem 120 x 100 x 80 cms.

O volume da remessa é: 10 x 1,20 x 1,00 x 0,80 = 9,60 m³

O peso taxável é: 9,60 m³ x 1.000 = 9.600 kgs > 3.500 kgs

O custo do transporte da remessa será calculado com o peso taxável de 9.600 kgs

Cálculo do peso taxável no transporte rodoviário internacional

No transporte rodoviário internacional, via camião, 1m³ equivale a 333 kgs. Assim, o peso taxável de uma remessa por via terrestre calcula-se da seguinte forma:

EXEMPLO:
Remessa: 6 embalagens com um peso real de 1.550 kgs. Dimensões de cada embalagem 120 x 75 x 80 cms.

O volume de remessa é: 6 x 1,20 x 0,75 x 0,80 = 4,32 m³

O peso taxável é: 4,32 m³ x 333 kgs = 1.439 kgs <1.550 kgs

O custo do transporte da remessa será calculado com o peso taxável de 1.550 kgs 

Nota: No serviço de transporte terrestre, quando se trata de remessas sensíveis ou que não permitem sobreposição, é aplicada a medida LDM (metros de estrado), que corresponde ao metro linear de estrado do camião. Aplica-se a relação de 1 metro de estrado (LDM) = 1800 kgs, exceto se o peso real da mercadoria for superior.

Cálculo do peso taxável no transporte expresso 

Nacional (rodoviário)

No transporte expresso nacional, 1m³ equivale a 167 kgs.
Assim, o peso taxável de um envio expresso nacional calcula-se da seguinte forma:

EXEMPLO:
Remessa: 7 embalagens com um peso real de 1.350 kgs. Dimensões de cada embalagem 110 x 65 x 70 cms.

O volume de remessa é: 6 x 1,10 x 0,65 x 0,70 = 3,01 m³

O peso taxável é: 3,01 m³ x 167 kgs = 502,67 kgs > 167 kgs

O custo do transporte para um envio expresso nacional será calculado com base no peso taxável de 502,67 kgs.

Nota: O fator de conversão no transporte expresso para as ilhas (Açores e Madeira) pode variar de acordo com o meio de transporte utilizado (aéreo/marítimo), sendo que os valores aplicados no cálculo do peso pagável podem ser distintos dos apresentados anteriormente para o transporte aéreo e marítimo. Para mais informações consulte o seu gestor comercial na Rangel.

Internacional (aéreo)

No transporte expresso internacional aéreo, 1m³ equivale a 200 kgs.
Assim, o peso taxável de um envio expresso internacional calcula-se da seguinte forma:

EXEMPLO:
Remessa: 13 embalagens com um peso real de 2.000 kgs. Dimensões de cada embalagem 110 x 110 x 90 cms.

O volume de remessa é: 13 x 1,10 x 1,10 x 0,90 = 14,16 m³

O peso taxável é: 14,16 m³ x 200 kgs = 2831,4 kgs > 2.000 kgs

O custo do transporte para um envio expresso internacional será calculado com base no peso taxável de 2831,4 kgs.

Tipo de Transporte

Relação Peso / Volume

Aéreo

167 kgs = 1m³*

Marítimo

1000 kgs = 1m³*

Terrestre/Rodoviário

333 kgs = 1m³*

Expresso Nacional

167 kgs = 1m³*

Expresso Internacional

200 kgs = 1m³*

*Nota: Os parâmetros de cálculo do peso taxável apresentados na tabela não têm caráter vinculativo podendo variar de acordo com o tipo de mercadoria e transporte, ou em função do acordo comercial existente. Consulte sempre o seu gestor comercial.

No caso de determinada remessa ou envio utilizar diferentes tipos de transporte até ao destino final, é necessário calcular distintos pesos taxáveis, de acordo com a relação peso/volume para cada tipo de transporte, para encontrar o custo total do serviço. 

De salientar, uma vez mais, que o peso taxável varia de acordo com o modo de transporte, e dependendo do acordo comercial estabelecido com o transportador, pode até nem ser utilizado como base para o cálculo do frete. Se tiver dúvidas quanto na forma como deve calcular o peso pagável entre em contacto com o seu gestor comercial na Rangel.

Referências Bibliográficas:
Cadeia de Suprimentos, Série Eixos, Bruno Paoleschi, consultado em 21 de novembro de 2019
How to calculate the taxable weight?, GSM, consultado em 21 de novembro de 2019
Chargeable Weight, in Logistics Glossary, consultado em 21 de novembro de 2019
How to Calculate Chargeable Weight, Tuvia Italia, consultado em 21 de novembro de 2019