Middle Mile cada vez mais eficiente

middle mile eficiente 1

Ao longo dos últimos anos, o transporte de mercadorias entre o porto/aeroporto e os centros de distribuição/armazém, a chamada middle mile, tem vindo a conquistar cada vez mais atenção por parte dos operadores de transporte e logística, no sentido de encontrar soluções que tornem a milha intermédia mais competitiva e eficiente.

As cadeias de abastecimento nunca enfrentaram tantos desafios como atualmente, e isto deve-se ao aumento e à fragmentação da procura, que se justifica, sobretudo, pelo crescimento do ecommerce, que exige maior circulação de mercadorias. Esta alteração no comportamento do consumidor associada à crescente urbanização das últimas décadas promove a necessidade de adaptação por parte dos operadores logísticos.

A middle mile necessita de se tornar cada vez mais eficiente, através da redefinição de vários aspetos subjacentes, como por exemplo, a redução de custos desnecessários associados a ineficiências de rotas, a aposta em tecnologia como forma de oferecer um transporte mais seguro e confiável, e ainda a redução do impacto negativo que o transporte da middle mile tem no meio ambiente.

Como tornar a middle mile mais eficiente

Redução de custos através do transporte colaborativo

Os custos de transporte são um dos principais impulsionadores dos custos da cadeia de abastecimento, e a crescente procura verificada coloca sobre pressão os operadores logísticos, no sentido de rever os atuais fluxos logísticos, tornando-os mais económicos.

A título de exemplo, cerca de 25% das viagens de camiões realizadas na União Europeia transportam apenas carga parcial ou circulam sem qualquer carga. Em Portugal, 20% do transporte rodoviário de mercadorias é realizado por camiões vazios.

A procura por maior eficiência da middle mile, considerando que as margens de lucro são curtas e que quaisquer ganhos ou perdas têm grande impacto, fez surgir o conceito de transporte colaborativo. Uma das soluções para a redução de custos na middle mile, passaria pelo desenvolvimento de uma cultura de colaboração entre as empresas, através do alinhamento dos fluxos logísticos e rotas de transporte. Ao otimizar o transporte através das soluções de transporte colaborativo existirá menor número de veículos a circular, o que ajuda a evitar problemas de congestionamento e reduz os quilómetros ineficientes, os transportes de carga parcial e as emissões desnecessárias.

Redução do impacto negativo no meio ambiente

Num contexto internacional cada vez ecológico, a sustentabilidade está em foco e no que respeita ao transporte da milha intermédia não é exceção. A redução dos impactos ambientais é uma preocupação atual e nos últimos tempos têm sido tomadas medidas com vista a promover uma cadeia de abastecimento mais sustentável e eficiente.

Exemplo disso são as medidas implementadas pela International Maritime Organization (IMO), que implementou no início de 2020 nova regulamentação internacional no que respeita aos limites de enxofre permitidos no combustível marítimo. De acordo com a IMO, o objetivo é alcançar padrões mais sustentáveis para as emissões de dióxido de enxofre e óxido de nitrogénio, reduzindo a poluição decorrente da navegação dos milhares de navios de mercadorias que diariamente cruzam os oceanos.

Também o número de viagens realizadas diariamente por camiões aumenta o congestionamento das estradas, pode afetar os prazos de entrega e cria maior pressão para reduzir as emissões de CO2 e outros gases poluentes.

Embora se tenha verificado, por parte dos operadores logísticos, o esforço de aplicar novos processos que tornem a middle mile mais eficiente, a sua efetivação tarda em estabelecer-se muito em parte, devido à complexidade e número de intervenientes que é necessário articular.

nVision Global. Forget Last-Mile Delivery, There’s Room for Cost-Cutting in the Middle Mile, novembro de 2019, Acedido em 10 de setembro de 2020, https://corporate.nvisionglobal.com/forget-last-mile-delivery-theres-room-for-cost-cutting-in-the-middle-mile/
Inbound Logistics. Truckload Carriers and E-commerce: Serving the Middle Mile, janeiro de 2018, Acedido em 10 de setembro de 2020,
https://www.inboundlogistics.com/cms/article/truckload-carriers-and-e-commerce-serving-the-middle-mile/
Future Hub. E-Logistics Transforming Mid-mile Freight Logistics in Emerging Markets, junho de 2020, Acedido em 10 de setembro de 2020,
http://www.fhub.io/blog/e-logistics-transforming-mid-mile-freight-logistics-in-emerging-markets

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.